Total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

                                                daniellaterbeck.wixsite.com/acordar

Hipnose Clínica


domingo, 14 de agosto de 2016

Sou feliz ao seu lado, Pai!

PAI ...
 

PAI...

Pai de verdade mesmo sabe que ser pai não é simplesmente recolher o fruto de um momento de prazer, mas sim perceber o quanto pode ainda estar verde e ajudá-lo a amadurecer.

Pai de verdade mesmo não só ergue o filho do chão quando ele cai, mas também o faz perceber que a cada queda é possível levantar.

Ele não é simplesmente quem atende a caprichos: ele sabe perceber quando existe verdadeira necessidade nos pedidos.

Pai de verdade mesmo não é aquele que providencia as melhores escolas, mas o que ensina o quanto é necessário o conhecimento.

Ele não orienta com base nas próprias experiências, mas demonstra que em cada experiência existe uma lição a ser aprendida.

Pai de verdade mesmo não coloca modelos de conduta, mas aponta aqueles cujas condutas não devem ser seguidas.

Ele não sonha com determinada profissão para o filho, mas deseja grande e verdadeiro sucesso com sua real vocação.

Ele não quer que o filho tenha tudo que ele não teve, mas que tenha tudo aquilo que merecer e realmente desejar.

Pai de verdade mesmo não está ali só para colocar a mão no bolso para pagar as despesas: ele coloca a mão na consciência e percebe até que ponto está alimentando um espírito de dependência.

Ele não é um condutor de destinos, mas sim o farol que aponta para um caminho de honestidade e de Bem.

Pai de verdade mesmo não diz " Faça isto " ou " faça aquilo " , mas sim " tente fazer o melhor de acordo com o que você já sabe " .

Ele não acusa de erros e nem sempre aplaude os acertos, mas pergunta se houve percepção dos caminhos que levaram o filho a esses fins.

Pai de verdade mesmo é o Amigo sempre presente, atento e amoroso - com a alma de joelhos - pedindo a Deus que o oriente na hora de dar conselhos ...

Texto de Silvia Schmidt

Como deveria ser


 


Sempre me pergunto " Como deveria ser?" e logo me deparo num estresse enorme!
Dificilmente aceito aquilo que foge do que penso ou sinto, e o que acontece? ...SOFRO!

 
 
 
Aceitar o momento presente, mesmo se ele não corresponde ao que você gostaria, é o primeiro passo rumo à mudança!


O Brasil é o segundo país mais estressado do mundo. Mais de 70% da população experimenta regularmente sintomas físicos e psicológicos causados pelo estresse. Hoje tenho uma boa e uma má notícia pra você. A boa é que muito provavelmente a maior causa do seu estresse está em uma única palavra. Ao eliminá-la do seu vocabulário e da sua vida, você vai se sentir cada vez mais tranquilo e em paz. A má notícia é que eliminar essa palavra da sua vida é simples, mas não é fácil. A vida é Deus em ação. Se você não acredita em Deus, chame de Universo, Cosmos, Amor, ou mesmo o Campo Unificado Descoberto Pela Física Quântica. Fato é que existe uma Inteligência Superior regendo tudo o que acontece a cada instante no mundo – inteligência essa já reconhecida pela ciência. Essa inteligência leva o mundo a caminhar em uma única direção, que é a da evolução. E você, por incrível que pareça, faz parte do mundo e desse plano evolutivo do Universo. Se a vida é Deus em ação, e se está cientificamente comprovado que existe uma Inteligência Superior por  trás de tudo o que acontece no mundo, não há erros no Universo: o momento presente é sempre perfeito. Acontece que, assim como quando colocamos um endereço no GPS do carro, na vida também enxergamos apenas um pedacinho do mapa da nossa jornada: os próximos 20 metros, mais ou menos. Muitas vezes, a gente tem a nítida sensação de ter desviado da rota, ou pegado um caminho errado, ou mesmo de estar perdido. Esquecemos que o momento presente é sempre perfeito, e nos voltamos contra ele. Rejeitamos ou resistimos à realidade, seja ela o nosso trabalho, nossos relacionamentos, nossa saúde ou situação financeira. E aí usamos inadvertidamente a tal palavrinha que é a causa de todo o estresse: deveria. Toda vez que você se estressa, é porque você acredita que o mundo não está funcionando exatamente do jeitinho que você gostaria. Do jeitinho que deveria. Mas, pare um minuto e reflita sobre o seu passado: quantas vezes você passou por um problema, ou mesmo viveu uma grande tragédia e, meses, anos ou décadas depois, olhando para trás,  viu que aquilo foi importante para você e, muitas vezes, o melhor que poderia ter acontecido na sua vida? Pode ter sido uma demissão, separação, divórcio, uma doença grave ou mesmo a morte de uma pessoa querida. Naquele momento, você pode ter se sentido sem chão, perdido, desamparado, frustrado ou com raiva do mundo. Mas, depois de um tempo, o que aconteceu? Você cresceu, foi forçado a descobrir talentos, desenvolver novas habilidades, abriu os olhos para possibilidades que antes não enxergava, passou a ver o mundo de uma nova perspectiva e... evoluiu! (psiu, lembra que esse é o plano do Universo?). Aceite o momento presente, mesmo quando ele – momentaneamente, não se esqueça disso! – não for o que você acredita que deveria ser. E só utilize essa palavra a partir de hoje para lembrar que tudo está acontecendo do jeitinho como deveria, o tempo inteiro.
PAULA ABREU é coach e autora do livro Escolha Sua Vida (Sextante). Seu site é escolhasuavida.com.br.