Total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Dependência Química X Hipnose Condicionativa

HIPNOSE CONDICIONATIVA REVOLUCIONA

                                                   TRATAMENTO DE DROGA DEPENDÊNCIA

 
 
 
Entrevista com Prof. Luiz Carlos Crozera

Como classificar os casos de drogadição?

Prof. Crozera Sigo quatro parâmetros básicos para determinar níveis dos drogaditos, são eles:
 
1)Drogaditos eventuais
- São aqueles que possuem tendências a serem portadores do “vício”, nunca compraram a droga, “filam” apenas ou compartilham a mesma droga com outras pessoas. A droga ainda não faz parte efetiva da sua vida.

2) Drogaditos de Primeiro Grau
- São aqueles que compram suas drogas, acabando, não entram no processo de ansiedade para comprar outra. Ainda não condicionaram o ato de usar a droga com alguma atividade diária. Simplesmente usam para relaxar, esporadicamente. Nesses casos, as pessoas ainda conseguem parar por conta própria, quando quiserem, mas podem retornar ao vício facilmente, principalmente quando recebem pressão psicológica ou situações estressoras.
 
3) Drogaditos de Segundo Grau
- São aqueles que possuem certa dependência, compram suas drogas, quando estiver no final, correm para comprar outra, evitando ficar sem a droga por perto. Nesse estágio, a pessoa é um dependente da droga, seu uso está condicionado antes, durante ou depois de uma atividade diária ou um horário específico. Quando estiver sem a droga, entra em num leve processo de ansiedade, mas controlado. Nesses casos, as pessoas, para deixarem do vício definitivamente encontram certas resistências, ainda conseguem parar com muita força de vontade, possuindo tendências para voltar utilizá-la novamente, sob qualquer pressão ou estresse.
 
4) Drogaditos de Terceiro Grau.
- São aqueles cuja dependência é total, uma pequena quantidade não é mais suficiente durante o dia, sempre estará com uma quantidade reservada, seu estado psicológico fica alterado quando está sem a droga por perto, pode se tornar nervoso, até agressivo e violento, entra em processo de mau humor facilmente, pode ter hiperidrose (transpiração excessiva), tremores, palpitações cardíacas, insônia, falta de ar. É compulsivo, necessita da droga até para estimular sua digestão e suas necessidades fisiológicas, acorda, às vezes, à noite para consumi-la. Normalmente mascara sua ansiedade, diz que é relaxante e prazeroso (claro que é um disfarce psicológico, uma fuga). Após estar anos nesse estágio o drogadito gostaria de largar sua dependência, infelizmente não consegue sozinho, possuem receio de sofrer, entram facilmente em abstinência, chegam a roubar e até matar para sustentar o vício, naturalmente, precisará de tratamento intensivo e cuidados especiais.
 
 
Como as técnicas da Hipnose Condicionativa podem ajudar os dependentes químicos?
Prof. Crozera Posso citar diversos benefícios, como:
 
- TRATA QUALQUER TIPO DE DEPENDÊNCIA QUÍMICA, TRABALHANDO DIRETAMENTE AS CAUSAS EMOCIONAIS DO PROBLEMA, PARA REVERTER OS SINTOMAS.

- NÃO NECESSITA RECURSOS ADICIONAIS, NEM DE FÁRMACOS OU QUÍMICOS.
- PODE SER EMPREGADA DE FORMA PREVENTIVA.

- SEM NECESSIDADE DE INTERNAÇÃO E/OU ISOLAMENTO.

- PACIENTE FICA MAIS PARTICIPATIVO E COLABORATIVO AO TRATAMENTO.


- QUANDO EXISTIREM FATORES GENÉTICOS E/OU HEREDITÁRIOS, ASSIM COMO OS SOMÁTICOS, TODOS SÃO TRATADOS.
 
- ATUA NO PREPARO E REINTEGRAÇÃO DO INDIVÍDUO NA SOCIEDADE.

- GERA REAÇÕES COMPORTAMENTAIS POSITIVAS PERANTE INFLUÊNCIAS NEGATIVAS DO MEIO, EVITANDO RECAÍDAS FRENTE ÀS PRESSÕES PSICOLÓGICAS.

- IMPLANTA-SE NA MEMÓRIA CONDICIONAMENTOS VOLTADOS A AVERSÃO E REJEIÇÃO DAS DROGAS E ALCOOLISMO.

- AUTOCONTROLE NAS CRISES DE ABSTINÊNCIAS E COMPULSÕES.

- ELEVAÇÃO DA AUTO-ESTIMA E AUTOCONTROLE DOS NÍVEIS DE ANSIEDADE, NAS MAIS VARIADAS SITUAÇÕES.


- ACELERA O PROCESSO DE DESINTOXICAÇÃO DO ORGANISMO.

- MOTIVAÇÃO GERAL PARA A VIDA E ATIVIDADES EDUCATIVAS E PROFISSIONAIS.


- AMPLIA A EXPECTATIVA DE VIDA.
 
- MELHORA EM TODOS OS NÍVEIS DE RELACIONAMENTOS, TANTO FAMILIAR, COMO SOCIAL OU NO TRABALHO E ESTUDOS.
 
Leia a reportagem completa em:

 http://www.institutohipnologia.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=123:dependencia-quimica-x-hipnose-condicionativa&catid=3:artigos-sobre-hipnose&Itemid=10

 

             Hipnoterapia - Terapia Alternativa

                             (48) 9906 7182